Magra demais para ser bonita

11:02

Quero começar esse post dizendo o quanto você é linda e saiba que você é especial. 
Solte seu cabelo cacheado ou liso e deixe que o vento bagunce seus fios, tire essa maquiagem que cobre toda sua face garota, mostre para o mundo como você é incrível, use um vestido sem se importar com suas pernas finas e caso alguém perguntar se seus "palitinhos" vão quebrar não chore menina, nem abaixe sua cabeça, sorria e ignore. 
Já me perguntaram se eu queria ser assim para sempre. Que? Assim como? 
Já falaram que meu rosto é bonito, mas do pescoço para baixo... 
Em momento algum eu tinha em mente tirar uma foto de meu corpo e vir aqui falar sobre rótulos, até que um "amigo" veio me fazer um comentário que realmente não era preciso. Isso me fez parar para pensar na forma que vivemos. Já perceberam que existimos em um mundo onde as pessoas, a mídia e as industrias fazem com que tenhamos que viver em uma eterna guerra com o espelho, que sempre que paramos para se olhar em vez de vermos algo positivos, procuramos mais defeitos em nós mesmos. Uma pinta a mais que não deveria existir, pernas finas demais, ossinhos aparentes, pulso muito fino, mão muito magra, pouca bunda, sem peitos e esse cabelo horrível. Olha quantos julgamentos conseguimos colocar em nós mesmos
"O corpo magro é o que as pessoas gostam" não, não é o corpo magro. Porque para as pessoas as magrinhas não tem nada, magrinhas são doentes e tem anorexia o corpo ideal é "bombado" o musculoso. 
Estou cansada de perguntarem se sou doente ou se eu me alimento. SIM! Eu faço todas as refeições. 
Cansei de escutar tanta coisa sobre meu corpo, não sou um objeto para ficar em uma prateleira e as pessoas ficarem admirando e falando se sou boa o bastante ou não, não estou a venda para alguém ficar me avaliando. CHEGA, chega de mente vazia, chega de tanta falta de respeito. 
Quem disse que eu quero me encaixar nos padrões da novela? Quem disse que eu tenho que ter onde pegar? Acorda, eu não tenho que nada, eu só tenho que me amar. 
Eu sei como sou e quem eu sou, ninguém precisa me lembrar disso. Sim, eu tenho pernas finas, sim, se você envolver seus dedos em meu pulso vai perceber o quão fino ele é, sim, é difícil comprar calça que serve em mim, sim eu tenho que fazer furos em todos os meus cintos e sim, eu estou cansada de ouvir brincadeiras sobre meu corpo e não, eu não vou fazer academia para que eu possa ficar mais "agradável" aos olhos da sociedade.  
A ditadura da beleza oprima as magras também, não pense que não. 
Se você que ta lendo isso, já sofreu por ser magra, não se preocupe, nunca vamos conseguir ser o suficiente para todos, mas basta você ser o suficiente para si mesma. Ame cada ossinho que fica a mostra e ame suas pernas separadas. 
Somos mais que todos esses rotulo ridiculoso e inúteis. Comece hoje uma revolução, pois não existe só revolução histórica como a revolução francesa, industrial, russa, cubana ou farroupilha, existe sua própria revolução e uma delas pode ser amar a si mesma e se aceitar independente do que dizem, independente como for. Comece uma revolução e LIBERTE-SE DOS RÓTULOS. 

 Sera que algum dias as pessoas irão desistir dessa obsessão de ter todos encaixados dentro de todos os padrões?   

Conte um pouco de você ai nos comentários, vou adorar ler e saber um pouquinho de você.  

XOXO



Posts que você pode gostar

18 comentários

  1. Eu te entendo perfeitamente... imagina então seu ex namorado ficar o tempo todo pegando no seu braço e dizendo "precisa comer mais, tá mt magrinha"... nossa, como aquilo me irritava profundamente... se como, sou magra de ruim. Se não quero comer, é por isso que sou magrinha, não como nada... mas ninguém parou pra me perguntar se estou bem com o corpo que tenho... se não é escolha minha ser assim... eu fico mt triste com esses comentários... :/
    Mundinho da Hanna

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, comigo é a mesma coisa, uma hora falam que eu não paro de comer e quando recuso algo que me oferecem sou magra porque eu não como, é chato.
      Tem vezes que me falam algumas coisas brincando, mas para mim que já é difícil me aceitar machuca e não fica só como uma brincadeira.

      Excluir
  2. Que texto mais reflexivo e maravilhoso. Muita gente tem na cabeça que as pessoas magras perderam totalmente o direito de reclamar de seus corpos porque são magras o.O eu já fui muito magra, tanto que teve uma época que o meu IMC ficou muito abaixo do "normal". As pessoas diziam que eu devia parar de dizer que queria engordar, como se cada umas das pessoas que ficavam comentando o meu corpo tivessem algo a ver com comigo. Cada um tem que ser do jeito que se sentem bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é difícil quando uns dizem que eu tenho o corpo que "todas" as mulheres queriam ter e outros vem me julgar pelo o corpo que tenho. As pessoas deveriam ser mais altruístas.

      Excluir
  3. Sei como é, tem que ter um corpão de academia para agradar a sua família e a sociedade.
    Muita gente tem tendência a emagrecer como eu, algumas se incomodam com isso, outras aceitam e admiro isso. Sou magrinha, sempre fui e também ouvia muitas piadinhas, desde criança. Brigava com o espelho,nenhuma roupa ficava legal em mim, olhava minhas fotos e me criticava por não ter um corpão, sabendo que mesmo ganhando peso com muita dificuldade, perco com facilidade. Passei a olhar para o meu corpo e tentar me acostumar em não ver problema em ser magra, pois sempre fui assim. Ser magra não é ruim, só precisa ver com bons olhos, aceitando o seu corpo, melhorando em alguns aspectos se quiser, senão tudo bem. O importante é ter saúde e as pessoas só olham o visual te julgando. Parabéns pelo texto!

    Universo Prático Feminino

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desde que começaram as piadinhas comecei a me olhar de uma forma diferente, mais pessimista. As pessoas não sabem o poder da fala delas.
      Nunca nessa vida vamos conseguir agradar todos, mas o ruim não é isso e sim as pessoas que não gostam não saberem se colocarem em seus lugares e ficarem julgando sem pensar em como isso pode afetar o outro.
      Muito obrigada <3

      Excluir
  4. Se a gente tentar agradar os outros só vamos nos odiar. Nada nunca é bom o suficiente, você sempre vai ser magra demais ou gorda demais, seu cabelo liso vai ser sem graça e seu cabelo enrolado vai ser "ruim", você vai se maquiar demais ou vai ser desleixada porque não usa maquiagem. O tanto de photoshop que existe na indústria da moda só faz as mulheres se sentirem diminuídas, feias, desejando um corpo irreal.

    Você tá certíssima, a única coisa que a gente tem é que se amar.

    Beijo!
    Metamorphya••• Participe do Sorteio de 1 Ano do Blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente nunca seremos bons o suficiente, sempre vai ter algo errado.
      Parece que julgar é mais fácil que elogiar, tudo isso ara se sentir um pouco melhores.
      SIM! o photoshop idealizou algo impossível se alcançar.

      Beijo

      Excluir
  5. Esse post foi um dos melhores que já vi. Adoro ver pessoas propagando amor e fazendo com que outras garotas enxerguem que são sim bonitas e não é fulano ou fulana que pode dizer o contrario. Essa imagem do final é genial

    https://sammypmoon.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho importante espalhar esse tipo de mensagem.
      Obrigada ♥

      Excluir
  6. Comigo rola o contrário. Sou gordinha e eu me gosto assim, exceto quando as pessoas me apontam o dedo, criando defeitos que não me incomodam. A sociedade é impulsionada pelas marcas famosas que nos impulsionam a odiar nossos corpos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As pessoas deveriam esquecer isso de padrão, somos o que somos e não precisamos melhorar nada em nós, já somos o bastante para nós mesmo, mas fica difícil acreditar nisso com as pessoas julgando a apontando depois sem parar.

      Excluir
  7. Olha...eu sofro pelos mesmos motivos, mas ao contrário, sou gordinha e trabalho numa empresa em que as pessoas têm preconceito com gordinhas. Me sinto mal de ir trabalhar lá, mas como não posso me dar ao luxo de ficar em casa, viver do blog ou encontrar um novo emprego, preciso aguentar muitas vezes o nariz torcido e até mesmo a falta de educação por não me darem um bom dia.
    Hoje me acostumei, mas ainda me revolta muitas vezes, não só pelo preconceito do tratamento, mas pelo preconceito de ser ignorada também...enfim...vou tentando, levando e aceitando a cada dia, porque eu também não me aceito ainda como gordinha.
    Bjs ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As pessoas deveriam ser mais altruístas, se fosse eles no lugar de quem sofre tbm iriam se sentir mal.
      Viver em um mundo onde as pessoas só impota com si mesmas só dificulta e muitas vezes isso afeta o psicológico da pessoa

      beijo ♥

      Excluir
  8. Também sou magrinha e me identifiquei bastante com esse texto. Já passei por fases de muito desânimo por me achar magra demais. Hoje eu me sinto bem e me aceito como eu sou, embora ainda fique receosa em certas coisas. Complicado, né?! Amei o texto!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu confesso que ainda não me aceito por completo, infelizmente sou do tipo de pessoa que se importa muito com o que pensam ao meu respeito e isso acaba dificultando muito.
      Que bom que gostou♥
      Beijão

      Excluir
  9. Estou chorosa com esse post. Entrei aqui porque o nome do blog me chamou atenção, e quando vi esse post... eu precisava ler essas coisas. Eu entendo tudo o que você escreveu, Emily. As pessoas acham que pessoas magras não sofrem, mas a gente sofre sim. Esse post ficou incrível! Escreve mais sobre isso, pleaseee. <3


    Um xêro,

    MERAKI △

    ResponderExcluir
  10. Eu estou aqui te aplaudindo, que texto!
    Até os meus 14 anos odiava ser magrinha, até que comecei a me amar e amar o meu corpo do jeitinho que ele é! Um grande Beijo <3

    www.1dosedecafe.blogspot.com

    ResponderExcluir

Facebook

Instagram

Correio

Image Map